A escolha da cozinha

Cozinha integrada. Foto do site casa.abril.com.br

A principal razão para termos escolhido esse apartamento foi a disposição da sala/cozinha. Dava para “abrir” a cozinha para a sala e ganharmos um ambiente social grande e confortável. Procurávamos essa característica em todos os apartamentos que visitávamos (e olha que visitamos muitos), e esse nos apresentou a melhor configuração para o que tínhamos imaginado.

Temos uma família grande e festeira e a ala social da casa é muito usada. Além do mais, adoro receber e cozinhar. Com a sala integrada à cozinha, poderei usar meus amigos como cobaias com mais facilidade.

Acho que a cozinha integrada é o mais novo sonho “pequeno burguês”. As senhoras ricas e requintadas olham para ela com certo desprezo, afinal onde já se viu misturar visitas com cheiro de fritura e a bela vista de alguém lavando louça? Porém, nesse caso, vou admitir a minha informalidade e me deixar levar pela febre das ditas “cozinhas gourmets”. Quando eu ficar milionária e tiver uma casa de 800 metros quadrados, quem sabe não fecho a cozinha novamente?

Além do mais, maridão sempre diz: quando menos paredes, maior a sensação de espaço.

Posto isso, devo dizer que decidimos começar a reforma partindo de uma linda cozinha planejada (cada vez mais main stream, nem eu me reconheço).  Claro que sabíamos (ou pensávamos que sabíamos) que cozinhas planejadas tinham um custo elevado. Bem, não sabíamos o quanto elevado era.

Enfim, orçamentos feitos, milhões de reuniões e plantas em pelo menos 5 grandes lojas de cozinhas planejadas, acabamos optando pela Florense (da Rebouças), que nos pareceu o melhor custo-benefício, apesar de nem de longe ser o melhor preço.

Nem eu mesma podia imaginar o trabalho de dá “definir” uma cozinha. Tamanho, cor, cada compartimento, módulos, ferragens, prever eletrodomésticos, etc, etc.  Depois das minúcias detalhadas, das medidas em obra e de várias reuniões, chegamos finalmente a esse projeto:

Essa é a bancada posterior da minha cozinha

 Nesta bancada, haverá uma cuba dupla para lavagem de louças,  e eletrodomésticos, incluindo um forno elétrico. Essa parede abaixo dos armários será revestida, mas ainda não definimos com o quê. Aliás, aceito sugestões. Ainda há bancada  da frente, que fará a integração com a sala. E que terá o fogão de embutir, a coifa e mais uma pia.  Será a bancada de preparo de alimentos.

A cor preta foi escolha (e responsabilidade) exclusivamente minha. Meu marido e a projetista da loja aconselharam fortemente o branco, mas eu também não sou tão convencional assim. Há muita luz no apartamento, uma cozinha preta não ficará escura e será linda e muito moderna. Optamos pelo granito preto São Gabriel devido ao custo mesmo. A idéia original era colocar silestone preto ou colorido, mas o custo do silestone para duas bancadas grandes era proibitivo. 

 A próxima etapa é definir revestimentos e eletrodomésticos que se adeqúem a minha querida e desejada cozinha preta. Aguardem cenas dos próximos capítulos.

Estamos nesse estágio da obra:

E a parede veio abaixo
 
 
 

 

 


9 Comentários on “A escolha da cozinha”

  1. Thiago Parente disse:

    Oi Paula. Gostei muito do blog e vou acompanhar sua reforma. Sobre o revestimento da cozinha, usamos o Cetim Bianco da Portobello na nossa, tamanho 30x60cm. Acho q existem outras cores. Nossa cozinha é Florense tb, desxe o apartamento antigo usamos a Florense e gosto muito da durabiliade. Vou te mandar uma foto via dm no twitter.

    • Paula Bicudo disse:

      Thiago, que bom saber que sua cozinha Florense foi bem durável. Esse piso é bom para a cozinha? Não suja muito? Manda sim, se quiser por e-mail (te mando meu e-mail por DM) e se você autorizar, publico aqui como exemplo. Beijão e obrigada pela visita.

  2. Merél disse:

    Paula, adorei a ideia do blog! Também estou em reforma e minha cozinha também vai ser Florense (mas fiquei com preguiça de discutir quanto ao branco e vamos de branco mesmo).

    Já viu esse site? É de ficar doido: http://www.apartmenttherapy.com/

    E tem uma versão com projetos para crianças: http://www.ohdeedoh.com/

    beijão!

    • Paula Bicudo disse:

      Eles meio que querem que a gente faça branco, mesmo com tantas opções de cores diferentes. Não entendo, mas enfim, o branco é bonito também. Eu conheço esses dois sites e amo os dois. Obrigada pela visita e passe sempre aqui pra gente reclamar da reforma juntas. beijão

  3. Renata disse:

    Paulinha adorei sua cozinha, adoro cozinha preta sabia. E olha que não gosto de nada escuro, mas cozinha preta eu adoro. Quem sabe acima da pia vc possa colocar pastilhas em degradé de preto até o branco.

    • Paula Bicudo disse:

      Oi Re, eu também acho que vai ficar bacana. Estou pensando em pastilhas sim, essa sua idéia do degradê é bem legal, vou passar para o arquiteto, quer dizer marido, para ele opinar. Beijão e seja bem vinda.

  4. CarlaZ disse:

    Agora entendi como surgiu toda a ideia, pra deixar ambientes integrados e a casa mais ampla. Acho isso bem legal!
    Essa cozinha preta vai ser bacana pra caramba!!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s